7 dicas para quem deseja abrir o próprio negócio em 2024

Publicado em 15 de fevereiro de 2024
Jornal Contábil

Se você já pensou em abrir seu próprio negócio e iniciar sua jornada empreendedora, certamente sabe que essa é muita tarefa que exige muito estudo de mercado e análise estratégica.

Entretanto, dados do Sebrae apontam que os números de empreendedores não param de crescer, são cerca de 42 milhões na ativa e os outros 51 milhões em potencial, além disso, somente nos três primeiros meses de 2023 foram criadas cerca de 214.413 micro e pequenas empresas.

Apesar do cenário desafiador, as micro e pequenas empresas respondem por 85% da empregabilidade no país. “Lembre-se de que o sucesso nos negócios muitas vezes envolve perseverança, aprendizado contínuo e a capacidade de se adaptar às mudanças”, comenta Diego Alvarez, Head de franchising e expansão da Di Santinni, que destacou algumas dicas para o Jornal Contábil, para auxiliar os empreendedores no início da trajetória. 

Planeje previamente o seu mercado:

Para dar início ao seu negócio, pesquise e identifique antecipadamente as lacunas do mercado, faça uma pesquisa para entender as principais necessidades e desejos dos consumidores e como você pode supri-las. Também é importante planejar com cuidado, elaborando um plano de negócios abrangente e que considere as principais swots (forças, fraquezas, oportunidades e ameaças) daquele mercado.

Esteja atento às tendências do mercado e seja inovador:

Para entender seu público é preciso primeiro entender o mercado, por isso, esteja sempre por dentro das principais tendências e novidades do seu nicho. Também é importante adaptar o seu negócio de acordo com as demandas do mercado e dos consumidores. Esteja aberto a novas ideias e abordagens, atualize seus produtos ou serviços para permanecer competitivo.

Considere o modelo de franquias:

O modelo de franquias pode ser uma excelente estratégia para abertura de negócio, pois oferece uma oportunidade de crescimento acelerado, além de todo apoio e suporte para a loja. Além disso, esse modelo já considera a expertise de uma marca já estabelecida e consumida pelo público.

Construa presença em diferentes canais de venda e priorize o atendimento ao cliente:

Diego reforça a importância da forte presença nas vendas onlines, que representam a maior parte das vendas nos dias de hoje. Para o head, investir em site e redes sociais promove a marca e permite a interação com clientes. Diante disso, priorizar um bom atendimento ao cliente e estar sempre disposto a entender os feedbacks e realizar melhorias é uma das principais chaves do negócio.

Mantenha a gestão sempre em ordem:

Seja na parte das finanças ou na cultura da empresa, é importante que ambas as partes estejam sempre alinhadas com o seu propósito. Para isso, estabeleça um sistema eficaz na gestão financeira, monitore os fluxos de caixa e estabeleça reservas de emergências. Além disso, construa uma equipe dedicada e motivada, e promova uma cultura de colaboração e inovação.

Aprimore suas habilidades e desenvolva resiliência:

Para um bom andamento do negócio, o mais importante é que o empreendedor consiga desenvolver habilidades de liderança eficazes, que inspire confiança e motive sua equipe a alcançar os objetivos. Entretanto, também é preciso ter resiliência para as situações difíceis e desafiadoras, superando obstáculos e aprendendo com os erros.

Cumpra as regulações locais e internacionais:

Por fim, Diego reitera a importância de estar sempre ciente das leis e regulamentações relacionadas ao seu setor. É importante sempre manter a conformidade para evitar problemas legais e não correr riscos.

Compartilhe nas redes sociais
Facebook Twitter Linkedin
Voltar para a listagem de notícias